Em cumprimento da sua missão estatutária, o GRACE tem procurado promover a cidadania das empresas portuguesas, reconhecendo o seu papel fundamental na construção de uma sociedade mais coesa e justa.
 
Mas, para que os desafios da responsabilidade social sejam atingidos, as empresas precisam de líderes inspiradores que atuem pelo exemplo, numa lógica de serviço e com os olhos postos no futuro.
 
Líderes que desenhem estratégias a longo prazo, que antecipem os cenários socioeconómicos com inovação e respeito pelas gerações vindouras e que envolvam todos os stakeholders de uma organização.
 
De entre todas as partes interessadas, os colaboradores assumem um papel de extrema relevância e deles dependem, em grande parte, os resultados obtidos, o sucesso das políticas de sustentabilidade, a imagem da empresa e a relação com a comunidade.
 
Muitos desses colaboradores são líderes inatos, capazes de mobilizar as equipas, de apresentarem ideias e projetos, de serem um propulsor para o dinamismo das empresas, mesmo sem ocuparem lugares de chefia ou de terem pretensões de subir na carreira.
 
O programa “Novos Líderes para a cidadania empresarial” nasceu da convicção de que as empresas possuem trabalhadores que são ativos relevantes, que importa abranger na definição e implantação de políticas de responsabilidade social coerentes, transversais  e de longo prazo.
 

Aceda à apresentação aqui.