Após a Mostra de Boas Práticas no Mercado do Bom Sucesso, foi hora de rumar à Lipor, em Gondomar, para debater o presente e o futuro das cidades portuguesas rumo à sustentabilidade.

 

 

As boas-vindas ficaram a cargo de Fernando Leite, Administrador Delegado da Lipor e Paula Guimarães, Presidente do GRACE em representação da Fundação Montepio, que passou a palavra a Ricardo Ferro. O Diretor Executivo da Bureau Veritas procedeu então ao lançamento da Ficha Setorial “Desafios e oportunidades da RSC no setor dos Transportes”.

 

 

Pedro Barata, CEO da Get2C, assumiu a condução do workshop “Sustentabilidade nas Cidades - Parcerias entre empresas e cidades rumo à sustentabilidade”, dando a palavra a Ivana Petovska, Gestora de Projeto da CSR Europe, que, de uma perspetiva a nível europeu, apresentou a campanha Sustainable Living in Cities, abordando os desafios que as cidades enfrentam atualmente e que podem ser diminuídos através de parcerias entre o poder local e empresas e organizações. Os objetivos desta campanha da CSR Europe visam definir um novo modelo de parcerias urbanas que envolvam vários stakeholders, potenciando as já existentes; e implementar este novo modelo em 10 cidades de 10 países europeus.

 

 

Rody El Chammas, representante da Toyota Motor Europe, apresentou um caso de estudo europeu e deu a conhecer as iniciativas do grupo na promoção de uma mobilidade mais sustentável através de um sistema de car sharing inovador 100% eléctrico, atualmente a ser implementado em Grenoble e que pretende ser replicado noutras cidades europeias.

 

 

Em mesa redonda, abordou-se o tema “Como estabelecer parcerias de sucesso?” com duplas de representantes de autarquias e empresas a partilharem as suas experiências.

Carlos Mendes, em representação da Câmara Municipal da Maia, e Paulo Rodrigues, da Lipor, abordaram o sistema integrado de gestão de resíduos que pretende assegurar a sustentabilidade de toda a cadeia de resíduos.

 

 

Paulo Santos, da Câmara Municipal de Faro, e Rui Coentro, da IBM, partilharam o projeto Smarter Cities Challenge, que pretende “tornar a cidade mais inteligente e mais efetiva” ao nível da gestão do ambiente e da economia, promovendo iniciativas que permitam um maior desenvolvimento económico, nomeadamente no setor marítimo.

 

 

Célia Laranjeira, da Câmara Municipal de Águeda, e Luís Sousa, da BioRumo, apresentaram o projeto Escolas Sustentáveis, que envolveu 51 escolas e 3000 alunos da região de Aveiro.

 

 

Por fim, Francisco Gonçalves, em representação da Lisboa E-Nova, e Filipe Cabral Pinto, da PT Inovação, falaram sobre a BESOS – Building Energy decision Support systems fOr Smart cities, uma iniciativa que pretende valorizar os equipamentos e infra-estruturas existentes com um sistema de apoio que permita promover a sua sustentabilidade e eficiência energética.  

 

 

A sessão de encerramento ficou a cargo do Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, que, sendo a economia verde a que mais cresce à escala global, deu nota para 3 intervenientes-chave no desenvolvimento e competitividade sustentáveis das cidades: as empresas, as autarquias e os centros de conhecimento.

Anunciou também que o Governo tem previstas medidas, com objetivos bem definidos para 2016, em 3 áreas estratégicas: reabilitação urbana, mobilidade eléctrica e Living Labs (espaços de demonstração de tecnologia demonstrativa para cidades inteligentes).

 

 

O nosso agradecimento às alunas do IPAM pelo apoio fotográfico.

Veja as fotografias do evento aqui.