No contexto da formação oferecida pela Câmara Municipal de Oeiras, no âmbito do Programa Oeiras Solidária, o GRACE e a Fundação Aga Khan (FAK) lançaram na passada semana a nova modalidade do curso, desenvolvido em parceria, Como Mobilizar Empresas para Projetos Sociais (CMEPS), em Blended Learning.

 

Foi com entusiasmo que 11 organizações, num total de 16 participantes, do concelho de Oeiras, participaram deste formato inovador, aprendendo, trocando experiências e enriquecendo os conteúdos com saberes vindos das suas diversas áreas de atuação como teatro, desporto, deficiência, saúde mental, desenvolvimento comunitário, apoio à infância, entre outros.

 

 

Sendo o CMEPS uma formação introdutória com conteúdos práticos para organizações sociais que pretendam criar parcerias com empresas, o novo formato oferece diversas vantagens, como o acesso remoto e a gestão autónoma do ritmo de formação. Na prática, esta modalidade permite que os participantes tenham acesso a uma plataforma online, da responsabilidade da FAK, onde podem visualizar todos os conteúdos em vídeo e completar diversos quizz para ir verificando e testando os conhecimentos adquiridos. Este percurso é posteriormente complementado com duas sessões presenciais muito práticas e experienciais de treino e consolidação das aprendizagens.

 

O lançamento foi dividido em duas sessões. A primeira, no dia 13 de Novembro, dinamizada pela FAK e pelo GRACE e uma segunda, no dia 15, para simulação em contexto real de empresa, através do role-play de reunião.

 

 

O interesse e investimento dos participantes foram notórios, com destaque para a sessão final cujo sucesso muito se deveu ao Associado Pfizer, que não só acolheu a iniciativa mas também contribuiu com feedback personalizado a cada organização participante de forma a melhor adequarem as suas abordagens às empresas que irão futuramente contactar. 

 

Estando o CMEPS a celebrar 10 anos, o futuro surge assim dinâmico e promissor, neste caminho de aproximação da Economia Social e do mundo empresarial que tanto têm a ganhar na criação de sinergias comuns.