Foi em casa do associado Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, com transmissão via videoconferência em casa do associado Super Bock Group, que ficámos a conhecer as Linhas de Orientação e Plano de Ação para 2018 e os novos Órgãos Sociais para 2018-2020.

 

 

Maria Quintela, Sócia da MLGTS, deu as boas-vindas e, quando passavam uns segundos das 17 horas, Conceição Zagalo, Presidente da Mesa, procedeu ao início da AG do GRACE, a última de 2017, saudando os presentes, na sala e no Porto, e agradecendo a ambos os anfitriões bem como a presença de todos.

 

 

Lida a ordem de trabalhos prevista, Paula Guimarães apresentou os principais marcos do triénio 2015-2017, salientando o incremento da massa associativa e o cumprimento dos objetivos propostos para os vários projetos implementados durante esse período. Numa ótica de transparência, deu também nota de projetos que, apesar dos esforços reunidos, não foi possível levar a cabo, como por exemplo a Exposição Digital.

Num emotivo discurso, a Presidente do GRACE, dirigindo-se aos membros da Mesa da Assembleia Geral, ao Presidente do Conselho Consultivo, aos membros do Conselho Fiscal, aos seus colegas de Direção, à Equipa Técnica e a todos os Associados, agradeceu o apoio que recebeu durante os dois últimos mandatos, considerando esta “a melhor experiência profissional da sua vida” e feliz por constatar que, atualmente, o GRACE é uma presença incontestável no setor empresarial em Portugal e um marco incontornável no panorama da Responsabilidade Social Corporativa. Considerando que ainda há caminho a trilhar, Paula Guimarães deixou um voto de confiança na futura Direção, que trará novas ideias, novos projetos e novos desafios à Associação e aos seus 160 associados.

 

 

Após algumas lágrimas enxugadas e uma enorme salva de palmas dos presentes, em Lisboa e no Porto, Margarida Couto, Vice-Presidente, assumiu a responsabilidade de apresentar as Linhas de Orientação e Plano de Ação para 2018, propostos pela Direção. A Luís Roberto, membro da Direção, coube a tarefa de apresentar a proposta de Orçamento para 2018, tendo sido ambos os pontos levados a votação. Conceição Zagalo solicitou aos presentes em Lisboa e no Porto que se pronunciassem, tendo sido o ponto 1 da Agenda aprovado por unanimidade.

 

 

Terminada a votação, Conceição Zagalo propôs, em nome da mesa da AG, uma Declaração de Louvor à Direção, demais Órgãos Sociais e Equipa Técnica do mandato cessante, que foi aprovada por todos e lida pela Presidente da Mesa e assinada pelos 3 representantes da mesma.

 

 

 

Prosseguindo para o ponto 2, Margarida Couto voltou ao púlpito, desta vez como candidata à Presidência do GRACE, para apresentar as empresas que cessam funções nos Órgãos Sociais e a composição da Lista A, a única submetida à Mesa da Assembleia Geral, e os compromissos para o triénio 2018-2020. A votação recebeu aprovação por unanimidade e também uma ovação de pé por parte dos associados presentes em Lisboa e no Porto.

 

 

Após um também emotivo discurso de despedida da Presidente da Mesa da Assembleia Geral, no qual agradeceu a todos os elementos da Direção, Órgãos Sociais, Associados honorários, Equipa Técnica, Associados, Conselho Consultivo, parceiros e amigos, Conceição Zagalo e Paula Guimarães foram surpreendidas com uma bonita homenagem por parte da recém-eleita Presidente, Margarida Couto.

 

 

Com votos de Festas Felizes, desejos de um bom 2018 e muitos abraços, deu-se por terminada mais uma Assembleia Geral Ordinária do GRACE.