Esta edição marca o 10º aniversário do maior evento dedicado à sustentabilidade em Portugal e visa sensibilizar cidadãos, empresas, autarquias e escolas para temas como economia circular e green projects, entre outros.

 

 

No Centro de Congressos do Estoril, Carlos Carreiras afirmou que a Câmara Municipal de Cascais assumiu claramente o compromisso a nível local com os ODS, sendo o município, juntamente com Lisboa e Almada, considerado exemplo no combate às mitigações das alterações climáticas. O Autarca realçou ainda a importância da aposta numa democracia participativa e da sensibilização para cidadãos mais colaborativos.

 

 

Seguidamente, Pedro Norton de Matos fez a retrospetiva de 10 anos de Greenfest, salientando a forte aposta nas novas gerações, com o intuito de promover e adotar a sustentabilidade desde bem cedo, para conseguirmos cumprir os objetivos da nova agenda para o desenvolvimento sustentável até 2030.

 

  

 

Holanda e Suécia foram os países convidados e os respetivos embaixadores partilharam com a plateia exemplos de boas práticas no âmbito da sustentabilidade já implementadas em ambos os países, salientando que estes temas requerem o envolvimento de toda a sociedade.

Com Artur Santos Silva viajámos pelo Portugal dos últimos 50 anos, e recordámos factos como a esperança média de vida que era das mais baixas da Europa, a taxa de mortalidade infantil que era das mais altas dos países da OCDE, a inexistência de qualquer sistema nacional de proteção social e uma taxa de analfabetismo que atingia os 40%.

 

 

Não obstante o progresso extraordinário do nosso país nas áreas da segurança social, das infraestruturas, do acesso à educação, entre outros, Portugal continua a ter de empenhar-se para acompanhar a velocidade europeia, nomeadamente na concretização dos 17 objetivos da Agenda ODS 2030, os quais Artur Santos Silva desenvolveu com medidas já em curso e o que ainda há que implementar.    

A Fernanda Freitas, CEO do associado Eixo Norte Sul, coube a responsabilidade de moderar a mesa redonda e animado debate com Artur Santos Silva (Presidente da Fundação La Caixa), João Paulo Girbal (Presidente da ADENE), Sofia Santos (Secretária-Geral do BCSD), Niklas Engström (CEO da Bright Sunday), Luís Roberto (Membro da Direção do GRACE em representação da Fundação BP), João Dias Coelho (Presidente da Tratolixo), Pedro Morais Leitão (CEO da Prio), Tiago Pitta e Cunha (Presidente da comissão executiva da Fundação Oceano Azul) e Mafalda Ribeiro (Embaixadora do Greenfest).

 

 

Em pitches de 5 minutos, ficámos a conhecer boas práticas, estratégias e programas no âmbito dos ODS, apesentados pelos oradores. Luís Roberto, desenvolvendo o ODS 4, dedicado à Educação de Qualidade, apresentou a quarta edição da Academia GRACE, do projeto Uni.Network.

 

 

A manhã já estava a chegar ao fim, porém os presentes foram brindados com um espectáculo-surpresa com a atuação de crianças de várias Escolas, no âmbito do Projeto Ecoescolas.